Nos sites da GEMÜ são utilizados cookies. Ao utilizar o site, está a consentir a utilização dos cookies. Para proceder a configurações pessoais, clique aqui.

Válvula de diafragma GEMÜ com revestimento interno

Para aplicações industriais

Em nenhum outro setor os requerimentos são tão diversos quanto nas aplicações industriais. As válvulas de diafragma da GEMÜ com vários revestimentos internos diferentes são utilizados nas áreas de tratamento de agua, indústria química, indústria de papel e mineração para mencionar alguns, como primeira escolha. Em vários casos uma válvula com corpo de metal não pode ser usada, já que o fluido agressivo agride o material e o danifica. Muitas vezes um corpo de plástico não pode ser utilizado porque as temperaturas são mais elevadas do que o material permite.

A GEMÜ oferece a solução adequada com o corpo da válvula metálica com revestimento interno, que satisfaz as mais altas exigências em relação ao material de diafragma adequado e, assim, garante uma elevada segurança operacional.

As válvulas de diafragma de passagem reta ao contrario das válvulas de diafragma de passagem angular tem vantagens em certas aplicações.

Válvulas de diafragma de passagem reta

Válvulas de diafragma de passagem reta são principalmente utilizadas nas áreas de tratamento de agua e agua de reuso, mineração, indústria de processamento de papel e celulose, indústria química ou em usinas de energia elétrica e siderurgias. Devido à sua passagem plena quase completa da uma vantagem sobre outras válvulas de bloqueio convencionais quando trabalhando com fluidos altamente viscosos como pastas e líquidos com alto teor sólido ou fibras. Para fluidos abrasivos, como água de superfície com partículas de areia ou cal para tratamento de água, pode ser usado um corpo de válvula de metal com revestimento em borracha dura. Assim, toda a área em contato com o fluido é protegida pelo revestimento e impede um micro pitting.(hidroabrasão).

Um produto novo, que entra para a série de válvulas de passagem reta, é a GEMÜ 657. Este modelo também é uma válvula de controle manual, da qual o foco é atingir altos valores de Kv. A válvula de alta vazão disponível nos diâmetros nominais DN 25 a DN 200 foi projetada de forma que quando a válvula estiver aberta se iguala ao diâmetro da tubulação cheio. Isto possibilita em diversos casos diâmetros nominais menores do que nas válvulas convencionais, o que ajuda a reduzir custos.

Válvulas de diafragma de passagem angular

As válvulas de diafragma de passagem angular são utilizadas com mais frequência como válvulas de bloqueio do que válvulas de passagem reta. Elas podem ser usadas em cerca de 90% das aplicações industriais. Dependendo das aplicações, em alguns casos as válvulas com corpo de metal de ferro fundido ou aço inox não oferecem a proteção desejável, já que atingem seu limite, principalmente com fluidos agressivos. Para estes casos usam-se corpos de metal de ferro fundido nodular GGG40.3 ou de aço inox microfundido 1.4408 com revestimento interno em PFA (perfluoroalcoxi) injetadas nas máquinas mais modernas de moldagem de plástico. A vantagem deste processo, ligadas ao know-how de muitos anos já existente, resulta numa qualidade elevada, características geométricas que podem ser definidas com precisão, uma espessura de parede consistente e uma alta confiabilidade do processo e reprodutibilidade do revestimento. Outros materiais de alta qualidade como o PP (polipropileno) e borracha dura são colocados também no corpo de metal utilizando o mesmo procedimento.

Algumas aplicações típicas são o ácido sulfúrico, cloro e soda cáustica.